O controle patrimonial tem por finalidade o estabelecimento de condições favoráveis para a gestão do ativo imobilizado, que implica na análise de procedimentos factíveis à cultura e a realidade da empresa. Assim cada trabalho pressupõe um diagnóstico da situação - filosofia e qualidade dos controles existentes, software utilizado e sistema de informações - a fim de identificar o plano de ação adequado para a consecução do objetivo pretendido.
Levantamento físico com chapeamento - permite padronizar os controles e integrar os diversos departamentos à contabilidade ou patrimônio.

Conciliação Físico-Contábil - possibilita a formação de uma base de dados única e compatível com a realidade da empresa.

Relatórios para Ajustes - proporciona uma visão dos efeitos do trabalho sobre os resultados da empresa, constituindo-se em importante ferramenta para as tomadas de decisões.

Interação com os sistemas existentes - importação e exportação de dados sem interferir na rotina da contabilidade.

Implantação de Normas e Procedimentos - estabelece diretrizes e rotinas para a manutenção dos controles estabelecidos